Como fazer um feedback positivo

Avaliação:

(0 Avaliações)

Por Brunna Castro - 03/02/2015

Quem ocupa um cargo de liderança convive com diversas preocupações. Uma delas é desenvolver um canal de comunicação saudável com seus funcionários, que inclui principalmente as ações de feedback. Mas o que é feedback? Trata-se de um mecanismo que permite à empresa avaliar de forma crítica a sua equipe, apontando os aspectos positivos e negativos do trabalho que vem sendo desenvolvido. E qual a melhor maneira de realizar essa ação? Como encontrar o equilíbrio para um feedback positivo? Ricardo Barbosa, diretor executivo da Innovia Training e Consulting, lista algumas dicas.


- Reflita sobre qual é o momento mais adequado para criticar e de que forma fazer críticas construtivas. Para ter resultados positivos, você deve fazer a crítica positiva quando o objetivo é reforçar um comportamento considerado adequado, e negativa quando a intenção é corrigir ou aperfeiçoar um comportamento ou desempenho. Parece uma orientação básica, mas diversos líderes se prejudicam por misturar as duas intenções e tornar a avaliação confusa para o funcionário.


- Evite começar pelos pontos negativos. Isso deixa o funcionário em uma posição defensiva e prejudica o processo. Procure iniciar a conversa de forma amena e depois intensifique o assunto.


- É importante se preocupar com o local onde o feedback será realizado. O espaço mais adequado é uma sala, onde a avaliação não possa ser interrompida e nem ouvida por terceiros.


- Fique atento às reações do seu ouvinte. A expressão facial do funcionário irá orientá-lo se o feedback está sendo construtivo ou irrelevante.


- Fazer críticas positivas gerais para o grupo não é problemático. Esse tipo de atitude pode até gerar benefícios consideráveis. Porém, é preciso ter cuidado: faça suas considerações de forma delicada e planejada. Elogios mal colocados podem causar problemas de interpretação e até mesmo gerar ciúmes na equipe.


- As avaliações 360, nas quais o funcionário é analisado e pontuado por ele mesmo, por seus gestores, seus subordinados e também por outros colaboradores da organização, devem ser feitas de forma individual e presencial, onde você consiga englobar 100% dos colaboradores.


- Seja objetivo nas suas explicações diante do profissional. É fundamental que você se prepare para esse procedimento com antecedência. Assim, poderá evitar dúvidas e expectativas não reais por parte do funcionário. Para facilitar o feedback, você pode listar os itens que serão abordados na conversa.


- Mostre que você está sempre disponível para a troca de ideias, caso o funcionário tenha dificuldades para realizar determinada atividade.


- Quem fala também deve estar preparado para escutar a outra parte. Um canal de comunicação unilateral não surte efeitos positivos. Portanto, esteja pronto para ouvir as considerações do funcionário em uma ação de feedback.

Comentários

Comentar com: